A lua não pode ser roubada



 

Ryokan, um mestre Zen, tinha a mais simples das vidas. Vivia numa pequena cabana no sopé de uma montanha.

 

Uma certa noite um ladrão entrou na cabana e descobriu que não havia nada para ser roubado. Como não estava ninguém em casa e estava um frio de rachar, decidiu pernoitar por ali.

 

Porém quando Ryokan regressou à sua humilde casa deu de caras com o ladrão.


"- Fizeste uma longa viagem para me visitar.", disse ele ao ladrão, "- Não posso deixar que saias daqui de mãos vazias. Por favor aceita as minhas roupas como um presente".

 

O ladrão perplexo com tal situação, começou a rir-se, pegou nas roupas e saiu porta fora, enquanto as gargalhadas ecoavam na humilde cabana de Ryokan.

 

Ryokan sentou-se, nu, pôs-se a olhar para lua e murmurou:

"- Pobre coitado, gostaria de lhe poder dar esta bela lua"

 



Subscrever Feed Subscrever E-mail



/

0 comments: