Em harmonia com o caminho



 

 

O que não pode ser visto recebe o nome de invisível.

O que não pode ser ouvido recebe o nome de inaudível.

O que não pode ser agarrado recebe o nome de intangível.

Estas três coisas não podem ser definidas, como tal definem-se numa só.

 

Cada uma destas coisas é de subtil descrição.

Por intuição, podemos vê-las, ouvi-las e senti-las.

O que não se vê o que não se ouve e o que não se toca estão presentes como um só.

 

A sua alvorada não traz a manhã, o seu crepúsculo não traz a noite,

são um contínuo, inominável, que regressa do nada.

 

Aborda-os e não haverá inicio, segue-os e não haverá fim.

Não podes conhecê-los, mas podes sê-los, confortável com a tua vida.

 

Descobrir como as coisas sempre foram deixa-nos em harmonia com o caminho.

 

 

 

in Tao Te Ching - Lao-Tzu

 



Subscrever Feed Subscrever E-mail



/

0 comments: